STJD abre investigação por 'acordo de cavalheiros' entre clubes

Uma polêmica que rodou as conversas de futebol nas últimas semanas foi parar no STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva). O presidente do orgão, Caio Cesar Rocha, solicitou a abertura de um inquérito para investigar a não escalação de jogadores emprestados contra seus clubes de origem, no Campeonato Brasileiro.

 

O artigo 33 do Regulamento Nacional de Registro e Transferência de Atletas de Futebol de 2015 proíbe qualquer acordo que impossibilite um atleta emprestado atuar contra o time que possui contrato.

 

Art. 33 – A transferência por cessão temporária de atleta profissional pode ser convencionada pelo clube a que contratualmente o atleta está vinculado (cedente) a outro clube (cessionário), sendo nulas e de nenhum efeito quaisquer cláusulas ajustadas entre as partes que visem a limitar, condicionar ou onerar a livre utilização do atleta cedido por parte do cessionário, enquanto vigorar a cessão, respeitados os contratos celebrados antes da publicação deste Regulamento.

 

Os jogos que serão investigados são:

Palmeiras X Goiás – Dia 24/05/2015 – 3ª Rodada
Felipe Menezes  – Goiás

 

Atlético Mineiro X Vasco da Gama – Dia 31/05/2015 – 4ª Rodada
Serginho – Vasco da Gama

 

Internacional X Coritiba – Dia 07/06/2015 – 6ª Rodada
Wellington Paulista – Coritiba

 

Vasco da Gama X Cruzeiro – Dia 13/06/2015 – 7ª Rodada
Riascos – Vasco da Gama

 

Sport X Atlético Mineiro – Dia 08/07/2015 – 12ª Rodada
André – Sport

 

Flamengo X Corinthians – Dia 12/07/2015 – 13ª Rodada
Emerson Sheik e Paolo Guerrero – Flamengo

 

Grêmio X Flamengo – Dia 18/07/2015 – 14ª Rodada
Pará – Flamengo e Frickson Erazo – Grêmio

 

Caso seja constatada a infração, os clubes devem ser denunciados no artigo 191, inciso III do CBJD: Deixar de cumprir ou dificultar o comprimento do regulamento, geral ou especial, de competição.

 

FONTE: ESPORTE INTERATIVO


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!