Sobis revela ameaça a filho no Beira-Rio e lamenta hostilidade de colorados

Não há dúvidas de que Rafael Sobis viveu momentos extremamente intensos nesta e na última semana. Semifinalista da Copa Libertadores com o Tigres-MEX, precisou enfrentar justamente o clube pelo qual se consagrou ao levantar o troféu continental duas vezes (2006 e 2010): o Internacional.

 

Dentro das quatro linhas, os mexicanos fizeram história ao avançarem à decisão, mas, fora delas, o atacante foi hostilizado por parte da torcida colorada no Beira-Rio e se disse muito incomodado com a situação, principalmente por um episódio envolvendo seu filho.

 

"Meu filho gritou ‘papai’ no camarote do Beira-Rio, então um senhor disse para ele que, se ele gritasse de novo, ia jogá-lo lá de cima. Ele tem quatro anos! Essas são coisas ruins, que as pessoas talvez não saibam, mas chegam até a gente.

 

É muito difícil, dói bastante. (O Inter) foi o clube que me deu tudo, mas também ajudei bastante. Sei que são coisas do momento, também, depois fica tudo bem", disse o atacante à Rádio Gaúcha após a vitória do Tigres por 3 a 1 sobre o Colorado, em Monterrey, que selou a classificação à final.

 

Além da hostilidade vinda das arquibancadas, Sobis também lamenta os comentários ofensivos por meio de redes sociais. Ativo no Instagram, por exemplo, o atacante revelou que as mensagens negativas por parte de torcedores colorado são mais numerosas que as de incentivo.

 

"Se for fazer uma comparação entre as mensagens boas, relembrando meu tempo no Inter, e as mensagens ruins, digamos que as ruins ganham disparado. Assim como o torcedor entende que minha forma de inflamar a torcida faz parte do jogo, eu tinha de encontrar uma maneira de vencer o Inter", disse, antes de se enxergar "bombardeado".

 

"Estou bastante triste, porque estou sendo bombardeado nas redes sociais, estão me mandando para tudo que é lugar, estão me rogando praga. Mas tudo bem, nada disso vai tirar minha felicidade, não vai tirar meu bom momento.

 

Fico triste, mas isso passa, a vida é assim", assegurou o atacante, que, nas duas partidas, se mostrou muito vibrante em campo e chegou a discutir com alguns atletas colorados em lances mais ríspidos, além de chamar constantemente a participação da torcida mandante no duelo de Monterrey.

 

Após derrota por 2 a 1 no Beira-Rio, a reação no Estadio Universitario lotado, ainda com pênalti perdido de Sobis, enche o Tigres de moral para encarar o River Plate na decisão.

 

Terceiro mexicano a chegar à final da Libertadores na história, após Cruz Azul (2001) e Chivas Guadalajara (2010), o time do ex-colorado começa a brigar pelo título inédito para o país na próxima quarta-feira (29), em Monterrey. O jogo de volta acontece na quarta seguinte, (5 de agosto), no Monumental de Núñez, em Buenos Aires.

 

FONTE: ESPN


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!