Julinho Camargo é demitido do Goiás e se torna o 3º técnico a cair na 26ª rodada

Mais uma vítima da movimentada 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. Depois de Enderson Moreira, no Fluminense, e René Simões, no Figueirense, Julinho Camargo deixou nesta quinta-feira o cargo de técnico do Goiás. A demissão do treinador foi confirmada pelo gerente de futebol do clube, Harlei, ao ESPN.com.br.

 

A queda de Juninho torna a 26ª rodada a maior 'devoradora' de treinadores desta edição do Brasileiro. Ainda na quarta-feira, Enderson caiu no Fluminense após sofrer uma goleada por 4 a 1 do Palmeiras, em pleno Maracanã. Já René Rimões foi demitido depois da derrota (1 a 0)no clássico contra o Avaí, no Orlando Scarpelli.

 

Depois de apenas dois meses no cargo, Julinho Camargo sofreu as consequências de dois resultados negativos consecutivos - o Goiás perdeu para Avaí, no último final de semana, e Ponte Preta, em jogo realizado na quarta-feira. 

 

No entanto, o treinador havia somado quatro vitórias nos últimos oito jogos, com 50% de média de pontos. Se mantivesse o aproveitamento recente nas 12 rodadas restantes, o treinador somaria 46 pontos e matematicamente livraria o time esmeraldino do rebaixamento.

 

Antigo auxiliar de Falcão, Julinho Camargo encerra a passagem pelo Goiás com o total de 16 jogos - quatro vitórias, quatro empates e oito derrotas. Além do aproveitamento de 33% no geral, resultados como a queda para o Brasília na Copa Sul-Americana tornaram o treinador alvo de críticas.

 

Os placares aproximaram o time goiano da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. O clube esmeraldino soma 29 pontos, apenas um a mais do que o Figueirense, o primeiro rival dentro da degola.

 

FONTE: ESPN


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!