Julgamento que pode reverter queda do Ivinhema será na próxima semana

Julgamento que pode reverter queda do Ivinhema será na próxima semana

Por Renato Giansante - Gazeta MS/Foto: Orisvaldo Salles

 

Já está marcada a última esperança do Ivinhema em permanecer na elite do futebol sul-mato-grossense. O Azulão terminou o estadual na última posição do Grupo B e com isso foi rebaixado à Série B.

 

Porém, a diretoria do Azulão acusa a escalação irregular do lateral do Naviraiense Júlio Cesar justamente no confronto direto entre os times que terminou em 3 a 1 para o Jacaré e fez o rival ultrapassar na tabela. Agora, o caso será julgado no dia 12 deste mês em Campo Grande e pode mudar os rumos do campeonato.

 

Nesta terça-feira (5), o TJD-MS (Tribunal de Justiça Desportivo) anunciou o relator do processo que ficará a cargo do Dr. Bruno Duarte Vigilato e a data e horário do julgamento que foi agendado para às 19h do dia 12 na sede da FFMS em Campo Grande.

 

Em caso de comprovação da irregularidade, o Naviraiense perderia os pontos do jogo e com isso voltaria à zona de rebaixamento, salvando assim, o Ivinhema.

 

ENTENDA O CASO

Naviraiense e Ivinhema se enfrentaram na última rodada da primeira fase no dia 26 de março em confronto direto contra o rebaixamento. O Azulão dependia apenas de um empate, mas foi derrotado no estádio Virotão por 3 a 1.

 

Na semana passada, a diretoria do Ivinhema encontrou uma possível irregularidade na escalação do lateral Júlio César do Naviraiense. Segundo a parte do denunciante, o jogador entrou em campo com o nome publicado no BID da FFMS, mas não constava no da CBF, o que aconteceu apenas três dias depois do jogo. Para o Ivinhema, o jogador então pertencia ao ex-clube (Angra dos Reis-RJ) na data do confronto.

 

Procurado pela redação do Gazeta MS na semana passada, o diretor de futebol, Soares Filho disse Júlio César foi escalado regularmente.

 

"Estamos tranquilos. Não temos nada com a interpretação do Ivinhema. Foi feito o contrato, enviado para a Federação que quando tem o sinal verde coloca no BID. O Júlio na quinta [23] já estava liberado e autorizado a jogar pela Federação", explica.

 

Para o dirigente, o próprio regulamento do Campeonato Estadual é a melhor defesa do Naviraiense, já que esse não cita em nenhum momento a obrigatoriedade da liberação do jogador para atuar pelo BID da CBF.

 

"O regulamento já diz que estamos certos ao não mencionar o BID da CBF e sim o da Federação e isso é bem claro". De acordo com Soares, o resultado do julgamento, se acontecer, será o mesmo do jogo. "Já perderam em campo e vão perder de novo", conclui.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!