Ex-namorado acusa médica do Chelsea de fazer sexo com jogadores

A polêmica envolvendo o nome de Eva Carneiro, médica do Chelsea que foi afastada do cargo por José Mourinho recentemente, ganhou novos capítulos no último domingo. Em entrevista ao jornal britânico The Sun, Rupert Patterson-Ward, ex-namorado, revelou que Eva é ninfomaníaca e a acusou de tê-lo traído com jogadores do clube londrino.

 

Aos 41 anos, Eva não esteve no banco de reservas na derrota do Chelsea para o Manchester City no último domingo, e seu afastamento por "erro técnico", classificado por Mourinho, gerou o descontentamento da comissão de médicos do Campeonato Inglês, que insiste que a doutora só foi a campo para desempenhar seu trabalho, sem qualquer intenção de retardar o jogo em que os Blues empatavam o Swansea no Stamford Bridge.

 

Sentindo-se um "inútil", de acordo com suas próprias palavras, por ver Eva lucrar 32 mil libras (cerca de R$ 173 mil) por ano, o ex-namorado não poupou palavras para falar deste eventual problema e expor ainda mais a imagem da médica na imprensa europeia.

 

"É uma ninfomaníaca que arruinou minha vida. É ambiciosa e não tem escrúpulos. Se orgulha de ser popular entre os jogadores e fica encantada por ao ser o centro das atenções", falou, detalhando o comportamento da médica.

 

"Eva é obcecada por sexo, fazíamos amor todos os dias. Ela me contou que teve um jogador que a atraía especialmente. Ela passava no vestiário para ver esse jogador pelado. Depois de uma partida, ele a chamou para o seu quarto no hotel e quando ela abriu a porta, ele estava pelado. Toda vez que brigávamos, ela sempre tocava no assunto, de que havia feito sexo com os jogadores", acrescentou

 

Condenado a exploração que a mídia fez sobre a imagem da médica e garantindo que ela apenas cumpriu a função, o Grupo de Doutores da Campeonato Inglês rechaçou a atitude de José Mourinho.

 

"Consideramos que a remoção da Dra. Eva Carneiro do banco de reservas do Chelsea é uma injustiça extrema. Uma recusa em correr para o gramado teria resultado em uma quebra dos deveres de um médico para com seu paciente", falou um dos porta-vozes da instituição.

 

FONTE: ESPN


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!