Espanha ou Catalunha? Compare e veja quem ficaria com a melhor seleção

Já virou rotina: Gerard Piqué entra em campo com a camisa da seleção espanhola e é vaiado. O motivo transcende as quatro linhas e envolve a posição do zagueiro do Barcelona sobre a independência da Catalunha. Mas será que é possível imaginar a Espanha sem os catalães ou vice-versa?

 

Nas últimas duas rodadas das eliminatórias da Eurocopa de 2016, por exemplo, disputadas na última semana, o técnico Vicente Del Bosque utilizou 19 jogadores nas partidas contra Macedônia e Eslováquia. Além de Piqué, outros quatro atletas seria "desfalques" se a Catalunha tivesse seu time.

 

Entre os convocados utilizados, são catalães o zagueiro Piqué, o lateral Jordi Alba, os meio-campistas Sergio Busquets e Cesc Fábregas e o atacante Pedro. Iniesta, autor do título mundial da Espanha em 2010 e um dos símbolos do Barcelona, é espanhol, mas já declarou "sentir-se catalão".

 

Ainda que sem o meio-campista, uma imaginária seleção da Catalunha independente mostraria força. No gol, seriam opções Victor Valdés, do Manchester United, ou Casilla, do Real Madrid. Na zaga, além de Alba e Piqué, são catalães Martín Montoya (Inter de Milão) e Marc Bartra (Barcelona).

 

No meio, Busquets e Fábregas ganhariam a companhia de Xavi, hoje no Catar, em um trio de respeito - o jovem Sergi Roberto pode ser alternativa. No ataque, Pedro, do Chelsea, é o nome de maior destaque, com Sergio García (ex-Espanyol), Bojan (Stoke City) e Deulofeu (Everton) como opções.

 

A seleção, claro, seria comandada por Pep Guardiola, que recentemente declarou que, se houvesse um Estado formado em sua época de jogador, "defenderia a Catalunha". O atual treinador do Bayern de Munique é natural de Santpedor, província catalã, e pró-independência da região.

 

Para Del Bosque, porém, também não faltaria qualidade para uma Espanha sem catalães. Considerando apenas os convocados para as eliminatórias: De Gea e Casillas no gol; Carvajal, Sergio Ramos, Juanfran e Bernat na defesa; David Silva, Cazorla, Mata, Isco, Koke, além de Iniesta no meio; e Diego Costa e Paco Alcácer na frente - nomes de peso, como Llorente, Morata ou Soldado, não foram chamados.

Compare como seriam as seleções de Espanha e Catalunha:

Espanha Catalunha
De Gea (Casillas) Casilla (Valdés)
Carvajal Montoya
Sergio Ramos Piqué
Juanfran Bartra
Bernat Alba
Koke Busquets
Iniesta Xavi
Isco (Cazorla) Fábregas
Mata Deulofeu
David Silva Bojan
Diego Costa Pedro

FONTE: ESPN


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!