Comercial tem o pior início de Brasileiro das equipes do MS

Por Rogério Vidmantas - Gazeta MS

 

Que o começo de Campeonato Brasileiro está longe do esperado pela torcida do Comercial, está claro. A situação do time, perto da virada do turno nesta primeira fase, se for considerado o aproveitamento, é uma das piores entre os 40 clubes que disputam a competição.

 

Com duas derrotas e um empate nos três jogos disputados, conquistou apenas 11,1% dos pontos disputados e ocupa a 35ª posição. Esse é o pior início dos representantes de Mato Grosso do Sul desde que a Série D começou a ser disputada em 2009.

 

A liderança neste quesito é o Central-PE, líder do Grupo A4, com três vitórias nos jogos que disputou e 100% de aproveitamento. Na segunda posição aparece a Caldense-MG, que está na frente do Grupo A5, o mesmo do Comercial. Em quatro jogos são três vitórias – a última sobre o Colorado no Estádio Jacques da Luz por 1 a 0 – e um empate com 83,3%, exatamente a mesma campanha do CRAC-GO, líder do Grupo A6.

 

A situação do Comercial só não é pior que outros quatro times. O adversário do próximo jogo, Operário-MT e o Santos-AM, ambos também com 11,1%, mas pior nos critérios de desempate, Villa Nova-MG e Foz-PR, que perderam os três jogos que disputaram, e o Náutico-RR, que embora tenha conquistado um ponto, perdeu quatro por ter utilizado jogadores irregulares.

 

Pior do MS

Em relação aos outros clubes do Mato Grosso do Sul que disputaram a Série D do Brasileiro, o início do Comercial é o de pior aproveitamento desde 2009, quando a competição começou a ser disputada. Naquele ano, o representante estadual foi o Naviraiense que, nos três primeiros jogos, conquistou três pontos, com uma vitória e duas derrotas.

 

Nos três anos seguintes, o Cene ficou com a vaga no Brasileiro. Em 2010, o time amarelo somou três pontos nos primeiros jogos, com uma vitória e duas derrotas. No ano seguinte, teve seu melhor início, com duas vitórias, um empate e sete pontos na conta. Em 2012, nos três jogos iniciais, quatro pontos com uma vitória, um empate e uma derrota.

 

Em 2103, o Brasileiro foi disputado pelo Águia Negra que teve uma vitória, um empate e uma derrota e estava com quatro pontos. Até o Itaporã, que disputou o Brasileiro em 2014 e abandonou a competição após a sétima rodada por falta de recursos financeiros, começou o campeonato melhor que o Comercial.

 

Perdeu o primeiro jogo para a Anapolina-GO por 1 a 0, venceu o Villa Nova-MG no segundo por 3 a 2 e perdeu para o Brasiliense-DF por 4 a 0 o terceiro, conquistando três pontos e 33,3% de aproveitamento.

 

Mudanças

Para tentar melhorar esse quadro, o técnico Gilmar Calonga promete mudanças no time titular que enfrenta o Operário-MT, no próximo sábado (8), às 18h, na Arena Pantanal.

 

“Estamos mantendo 90% do time desde o início e os resultados não estão acontecendo. Durante essa semana vou testar algumas mudanças e com certeza teremos um time diferente em Cuiabá”, afirmou logo após a derrota do último sábado, para a Caldense, no Estádio Jacques da Luz.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!