Colombiano acusa ex-Corinthians de racismo: "Me chamou de negro de m..." 17

A partida entre Boca Juniors e Argentino Juniors ficará marcada como um das mais polêmicas do futebol argentino. Neste sábado, pela 25ª rodada do campeonato nacional, Tevez quebrou a perna de Ham após entrada desleal. Mesmo já amarelado, o atacante não foi expulso.

 

Quem foi mais cedo aos vestiários foi o colombiano Reinaldo Lenis, do Argentino Juniors. O meia levou dois cartões amarelos, no fim do primeiro tempo e na volta do intervalo, após correr atrás de Nicolas Lodeiro.

 

De acordo com Lenis, que é negro, o motivo do momento de fúria foram palavras racistas do ex-Corintiano. "Lodeiro me discriminou, me chamou de negro de merda e isso me fez explodir", explicou o colombiano.

 

Lenis deu sua versão do porquê ele foi expulso e Tevez não. "Aqui pesou a camisa. Tevez quebrou Ham e não foi expulso. A mim expulsam por ser Lenis", afirmou.

 

Como se não bastasse de polêmicas, o árbitro Luis Alvarez ainda anulou um gol legal do Argentino Juniors, que perdeu de 3 a 1, mas tomou o último gol já nos acréscimos.

 

FONTE: UOL


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!