Barcelona pode comprar vaga para salvar time B de terceira divisão

O Barcelona B, filial de um dos mais poderosos clubes do mundo, teve uma temporada terrível em 2014-15. Sem conseguir jogar bem, o time que deveria revelar craques para o Barcelona não apenas falhou em seu objetivo como foi rebaixado para a Segunda B - na prática a terceira divisão do Campeonato Espanhol.

 

Um rebaixamento que pode ser "esquecido" ainda nesta semana, por causa da crise financeira do Elche.

 

O time de Alicante jogou a primeira divisão na temporada passada, terminou na 13a posição, mas acabou rebaixado por causa de uma dívida de 6,8 milhões de euros (cerca de R$ 26 milhões) com os jogadores. Na Liga Espanhola, o clube que não consegue quitar as dívidas sofre o chamado "rebaixamento administrativo".

 

Acontece que o Elche ainda não conseguiu sanar os débitos e, se a situação persistir, o time será rebaixado mais uma vez, agora para a Segunda B. O Tribunal Administrativo do Esporte (TAD, em espanhol) anunciará uma decisão na sexta-feira.

 

Caso o Elche seja mesmo rebaixado para a terceira divisão, a Liga Adelante - segunda divisão espanhola - passaria a ter uma vaga sobrando. Uma vaga que custaria exatamente 6,8 milhões de euros, o valor da dívida do clube rebaixado.

 

De acordo com as normas da Liga Espanhola, as quatro equipes rebaixadas da segunda para a terceira divisão na temporada passada têm prioridade para a compra da vaga. Racing Santander, Recreativo de Huelva, Sabadell e Barcelona B, pela ordem, teriam a chance de comprar o lugar do Elche.

 

Só que o Barcelona B, com o dinheiro da matriz, é o único dos times que tem saúde financeira atualmente para fazer tamanho investimento. O assunto tem sido tratado pela diretoria do clube catalão, e a possibilidade não é descartada.

 

Estrategicamente, manter o Barça B na segunda divisão é importante para o Barcelona. Embora o clube nunca possa subir para a elite, dar rodagem a jovens talentos em um campeonato de melhor nível técnico interessa para a clube.

 

A possível permanência na Liga Adelante também seria um atrativo para evitar uma debandada de jogadores do Barça B. Atletas como Sergi Samper e Alen Hailovic - ambos em pré-temporada com o time principal nos Estados Unidos - têm externado sua vontade de deixar o clube, em vez de jogar partidas da terceira divisão.

 

Caixa - Pagar 6,8 milhões de euros por uma vaga não seria problema para o Barcelona sob nenhuma circunstância, mas nesta temporada o cenário é ainda mais favorável.

 

Ao contrário das duas últimas temporadas, quando pagou fortunas por jogadores como Neymar (com valor estimado e 100 mihões de euros) e Luis Suárez (80 milhões de euros), o clube não foi além dos 51 milhões de euros, com as contratações de Aleix Vidal (17 milhões) e Arda Turan (34 milhões).

 

Além disso, o presidente Josep Maria Bartomeu já afirmou que o plantel está fechado até janeiro, quando o clube poderá voltar a contratar, depois de terminada a punição da Fifa.

 

FONTE: ESPN


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!